Total de visualizações de página

terça-feira, 27 de novembro de 2018

A psicologia do dinheiro III

Olás, esta é uma série de posts baseada no artigo de Morgan Housel - A Psicologia do Dinheiro - The psycology of money


Não ser influenciado pelas ações de outras pessoas, que estão jogando um jogo financeiro diferente do seu

Poucas coisas importam mais com dinheiro do que entender seu próprio horizonte de tempo e não serem persuadidas pelas ações e comportamentos de pessoas que jogam jogos diferentes.

Isso vai além de investir. Como você economiza, como gasta, qual é a sua estratégia de negócios, como pensa em dinheiro, quando se aposenta e como pensa em risco, tudo pode ser influenciado pelas ações e comportamentos de pessoas que estão jogando jogos diferentes do que você.


As finanças pessoais são profundamente pessoais, e uma das partes mais difíceis é aprender com os outros, percebendo que suas metas e ações podem estar a milhas de distância do que é relevante para sua própria vida.

Uma vez que nenhuma quantidade de estudo ou mente aberta pode recriar genuinamente o poder do medo e da incerteza, as pessoas passam pela vida com visões totalmente diferentes sobre como a economia funciona, o que é capaz de fazer, o quanto devemos proteger as outras pessoas e o que devemos fazer.

O problema é que todos precisam de uma explicação clara de como o mundo trabalha para manter sua sanidade. É difícil ser otimista se você acordar de manhã e disser: "Não sei por que a maioria das pessoas pensa assim", porque as pessoas gostam do sentimento de previsibilidade e de narrativas claras. Então, eles usam as lições de suas próprias experiências de vida para criar modelos de como eles acham que o mundo deveria funcionar - particularmente para coisas como sorte, risco, esforço e valores.


Não subestimar o poder dos juros compostos e do investimento em ações para o longo prazo
O perigo aqui é que, como os juros compostos não são intuitivos, muitas vezes ignoramos seu potencial e nos concentramos na solução de problemas por outros meios. Não porque estamos pensando demais, mas raramente paramos para considerar o potencial de composição.

Existem mais de 2.000 livros tentando descobrir como Warren Buffett construiu sua fortuna. Mas nenhum deles é chamado de “esse cara tem investido consistentemente por três quartos de século”. Mas sabemos que essa é a chave para a maior parte de seu sucesso; É difícil entender a matemática porque não é intuitivo. Existem livros sobre ciclos econômicos, estratégias de negociação e apostas setoriais. Mas o livro mais poderoso e importante deveria ser chamado de "Cala a boca e espera". É apenas uma página com um gráfico de crescimento econômico de longo prazo. O físico Albert Bartlett colocou: "A maior falha da raça humana é a nossa incapacidade de entender a função exponencial".

Um bom investimento não significa necessariamente obter os retornos mais altos, porque os retornos mais altos tendem a ser resultados únicos que matam sua confiança quando eles terminam. É sobre ganhar bons retornos que você pode manter por um longo período de tempo. É quando a composição é executada de maneira selvagem.


A riqueza é o que você não vê

Sinais externos de riqueza são apenas ostentação. A riqueza, na verdade, é o que você não vê. São os carros não comprados, os diamantes não comprados, as roupas antigas, os upgrades de primeira classe declinados. São ativos no banco que ainda não foram convertidos em coisas que você vê. 

Mas não é assim que pensamos sobre riqueza, porque você não pode contextualizar o que não pode ver.

Você pode rir. Mas a verdade é que as pessoas precisam ser informadas disso. Quando a maioria das pessoas diz que quer ser um milionário, o que realmente querem dizer é "eu quero gastar um milhão de dólares", o que é literalmente o oposto de ser um milionário. Isto é especialmente verdade para os jovens.

Um dos principais usos da riqueza é usá-la para controlar seu tempo e ter opções. Os ativos financeiros em sua conta oferecem isso. Mas eles são o contrário de mostrar às pessoas quanta riqueza você tem.

2 comentários:

  1. Quando a maioria das pessoas diz que quer ser um milionário, o que realmente querem dizer é "eu quero gastar um milhão de dólares", o que é literalmente o oposto de ser um milionário. Isto é especialmente verdade para os jovens.
    verdade pura. Belo texto

    ResponderExcluir
  2. Valeu Wesley, gde abraço, acompanhe a série!

    ResponderExcluir