Total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Home broker bleeding



  
Amigos, acredito que é sinal de maturidade manter as postagens mesmo em épocas de quedas. Na verdade,  vejo-me feliz por ver minha própria evolução no campo dos investimentos. Conhecendo meu perfil conservador, montei um belo colchão de segurança com imóveis e renda fixa. Devo ter  apenas 12% de patrimônio em renda variável. Mesmo assim, é doloroso ver o homebroker sangrando, com tudo vermelho.







   Acontece que, em épocas passadas - tive uma breve incursão anterior em ações- vendia desesperadamente. Confundia day trade com posição, comprava topo e vendia no fundo.
Após adotar a sistemática do buy and hold as coisas mudaram muito. De uns quatro anos pra cá compro títulos longos do tesouro direto sem me importar com a variação do preço, avalio o valor de FIIs e ações também sem muita preocupação o preço, e diversifico a carteira, tudo com foco no longo prazo.

   É claro que os investimentos devem ser acompanhados, mas apenas vendidos se perdem sua confiança. Como exemplo, nessa queda dos FIIs, a única venda que fiz foi MFII a R$ 125, pois não gostei do anúncio da 5ª emissão muito próxima da anterior. Parece bom o negócio do fundo, mas exige muito otimismo na valorização imobiliária nos próximos anos. Além do mais, se micar a próxima emissão, a situação do MFII pode se complicar, pois a cotação a mercado está inferior ao valor ofertado na emissão, e o fundo conta com as taxas de ingresso para manter seu alto rendimento.

   Aliás, focar no rendimento também é algo também muito perigoso. Basta ver o que aconteceu recentemente com a cotação do FII FIIGS, que tem alta renda mínima garantida mas, com a aproximação de seu fim, enfrenta uma desvalorização de cerca de 30%. Em resposta ao colega grafista fiel, no post de 09.01.2018, demonstrei minha preocupação:



   Tenho mantido meus aportes nos mesmos FIIs da carteira, além de ter entrado em HGBS e VRTA.

  Também reestreei nas ações com ITSA3.


"O mercado de ações é um dispositivo para transferir dinheiro dos impacientes para os pacientes." Warren Buffett


   Abraço e até a próxima.




4 comentários:

  1. Ola FeP!

    Muito bom esse post! Uma vez li que se você não sabe porque comprou, não vai saber quando vender.

    Hoje compro empresa porque gosto do negócio, da gestão e se paga dividendos. Então não vendo nem se subir, nem se cair, mas se a premissa inicial mudar.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Aê, Janota, valeu por comentar. Acho que a filosofia buy André hold é a mais saudável pro bolso e pra vida , abraço!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o post, obrigado por compartilhar suas experiências e seus conhecimentos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu João André, vamos tentando evoluir sempre, abraço!

      Excluir